sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Dia da Dignidade no Agrupamento Fernando Namora

No dia 23 de outubro, após uma sessão com um Lisbon Shaper na sala de aula, os alunos partilharam histórias de discriminação. Racismo, bullying, homossexualidade, ser bom aluno foram os temas abordados. Histórias contadas na primeira pessoa com muito sentimento e muito silêncio.
No final, o aluno Helton Cardoso do 8ªB presenteou-nos com mais um texto seu em rap.



Dignidade

Dignidade tem de vir do fundo.
Se não podes mudar, inspira quem vai mudar o mundo.
Faço a minha parte, tento ajudar um bocado.
Já não posso estar sentado. Ser julgado
Pelo que não fiz no passado.

Fui vítima de racismo e ignorância
na minha infância, lágrimas na minha cara
pelas pessoas que sofrem à distância,
sempre que tento agir, pedem tolerância.

Parti a corrente da pobreza, fui atrás do respeito
Vejo pessoas cheias de preconceito
e sempre levei isso muito a peito,
e isso eu não aceito.

E deve ser por isso que não fui aceite na sociedade,
Conheci pessoas como eu, criamos uma grande amizade,
Apostamos na solidariedade,
Ajudávamos os que não tinham nada;
Caminhos diferentes mas partilhávamos a mesma estrada.

E os que me fizeram sofrer nunca chegarão onde estou,
não pelo que tenho mas pelo que sou.

Vejam a reportagem que a TVAmadora fez sobre esta atividade nas escolas EB1/JI Sacadura Cabral e EB1/JI da Brandoa neste link.



"Gostei muito do convívio que houve com as turmas; também gostei de ouvir a Florinda e a Mariana. Achei-as muito corajosas, lutadoras e firmes.
Fiquei a saber que a Dignidade tem muito mais valor  do que eu pensava que tinha. Acho que foi bom haver esta atividade sobre a Dignidade porque considero que todas as pessoas ficaram a pensar de forma diferente e iluminada. Foi bom também para mim porque o meu pensamento mudou, o meu pensamento cresceu e fiquei com vontade de mudar algumas coisas que vejo no meu dia a dia e, que, simplesmente desprezo."
Sérgio, 9º3ª

Sem comentários:

Enviar um comentário