quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Mário de Sá-Carneiro online

“Mário de Sá-Carneiro online”: um site para divulgar a obra do poeta além-fronteiras.
As dezenas de cartas e postais que o poeta enviou a Fernando Pessoa entre 1912 e 1916, o ano em que morreu, estão agora disponíveis para consulta através do site "Mário de Sá-Carneiro online".
In Observador.pt  

O amor

MOTE

Amor é chama que mata,
Sorriso que desfalece,
Madeixa que desata,
Perfume que esvaece.

                    (popular)

GLOSAS

Amor é chama que mata,
Dizem todos com razão,
É mal do coração
E com ele se endoidece.
O amor é um sorriso
Sorriso que desfalece.

Madeixa que se desata
Denominam-no também.
O amor não é um bem:
Quem ama sempre padece.
O amor é um perfume
Perfume que se esvaece.

                  Mário de Sá-Carneiro

Sem comentários:

Enviar um comentário